terça-feira, 17 de novembro de 2009

E a Alice seguiu o coelho...

video




E lá dentro, a princípio, o caminho era a direito, como um túnel, mas depois, de repente,havia uma descida tão pronunciada que Alice nem teve tempo de pensar em parar senão quando deu consigo a cair num poço muito fundo. Ou o poço era muito fundo ou ela caiu muito devagar, pois teve ocasião de olhar à sua volta e interrogar-se sobre o que iria passar-se a seguir...

In “Alice no País das Maravilhas” Lewis Carroll



video

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

A Alice que eu sou

a consciência do ser que sou
não me faz mais nem melhor...
é apenas a oportunidade de fazer da minha vida
a maior das aventuras da minha existência

e estes são alguns fragmentos da sua beleza efémera...

video

sábado, 7 de novembro de 2009

Os loucos do caminho da Alice

“Gatinho de Cheshire”
começou, muito timidamente, por não saber se ele gostaria desse tratamento.
Ele, porém, apenas alargou um pouco mais o sorriso.
“Ótimo, até aqui está contente”
pensou Alice. E prosseguiu:
“Você poderia me dizer, por favor, qual o caminho para sair daqui?”
“Depende muito de onde você quer chegar”
disse o Gato.
“Não me importa muito onde...”
foi dizendo Alice.
“Nesse caso não faz diferença por qual caminho você vá”
disse o Gato.
“...desde que eu chegue a algum lugar”
acrescentou Alice, explicando.
“Oh, esteja certa de que isso ocorrerá”falou o Gato
“desde que você caminhe o bastante.”

Alice percebeu que era impossível negar isso
então arriscou outra pergunta:
Que tipo de gente vive por aqui?”
“Naquela direção”
disse o Gato, ondulando sua pata direita,
“mora um Chapeleiro; naquela outra”
agitando a outra pata,
“mora uma Lebre de Março. Visite ou um ou outro: ambos são loucos.”
“Mas eu não quero me encontrar com gente louca”
observou Alice.
“Oh, não se pode evitar”
disse o Gato
“todos são loucos por aqui. Eu sou louco. Você é louca.”
“Como sabe que eu sou louca?”

indagou Alice.
“Você deve ser, ou então não teria vindo”
respondeu o Gato

in "Alice no País das Maravilhas", de Lewis Carrol

São várias as personagens loucas que se cruzam no caminho da Alice que a ajudam a descobrir-se...
Que louco és tu nesta história?
O que tens para lhe mostrar da vida e do mundo?

terça-feira, 3 de novembro de 2009

aliciante

... Ardendo de curiosidade, começou a correr pelo campo, atrás dele, felizmente mesmo a tempo de o ver desaparecer no interior de uma grande toca que havia debaixo da sebe.
No mesmo instante, Alice desceu atrás dele, sem pensar sequer como poderia voltar a sair.
Lá dentro, a príncipio, o caminho era a direito, como um túnel, mas depois, de repente, havia uma descida tão pronunciada que Alice nem teve tempo de pensar em parar senão quando deu consigo a cair num poço muito fundo.
Ou o poço era muito fundo ou ela caiu muito devagar, pois teve ocasião de olhar à sua volta e interrogar-se sobre o que iria passar-se a seguir...

In “Alice no País das Maravilhas” Lewis Carroll

video