quinta-feira, 12 de novembro de 2009

A Alice que eu sou

a consciência do ser que sou
não me faz mais nem melhor...
é apenas a oportunidade de fazer da minha vida
a maior das aventuras da minha existência

e estes são alguns fragmentos da sua beleza efémera...

video

1 comentário:

  1. A maneira como cada um questiona a sua existencia, e interressante, as suas duvidas, perguntas, flotuam por uma mar de respostas.. mas mesmo assim nao as encontram.
    As mascaraws de cada um estao interessantes, alguns comparam-se com puzzles - "sou uma coleção completa de peças únicas, se faltar só uma deixo de o ser"

    ResponderEliminar